Cada um sabe bem o que mais incomoda na própria pele. Eu, por exemplo, me incomodo com a textura de alguns cravinhos e poros dilatados no centro do rosto. Já outras pessoas se chateiam com a presença de espinhas e querem expulsá-las a qualquer custo. Mas saiba porque essa não é a melhor opção. 

Quem conduz as informações no texto é a dermatologista Helga Clementino, especialista também em cirurgia dermatológica. Além de pele, ela se dedica aos cuidados de cabelo e unhas na Clínica IDERMA.

Espremer, apertar ou mexer na espinha

Esse provavelmente é o erro número um cometido por quem tem pele acneica. Se você tem o costume de mexer, apertar ou espremer espinha, saiba que você pode acentuar o processo inflamatório. Uma vez acentuado, a inflamação pode ficar localizada e aumentar de tamanho ou se espalhar por outros lugares.

Se for no triângulo nasal, região do nariz e proximidades, aí é que não se deve espremer mesmo! “Essa região tem uma conexão direta com o sistema nervoso central. Pode causar uma infecção mais grave, como meningite por exemplo”, alerta.

Quem tem pele negra precisa ter um controle redobrado. Se a inflamação for intensificada, a chance de aumentar a deposição de melanina é alta, ou seja, manchar a pele. E a gente já sabe que mancha em pele negra demora mais pra sair.

Pular o hidratante

A glândula sebácea é a mesma responsável pelo processo inflamatório da acne, portanto, as peles oleosas tem, sim, uma predisposição maior a acne. E pele oleosa não significa pele hidratada. Uma das maneiras de regular a produção de sebo é usando hidratante. Tá a fim de usar óleo pra hidratar a pele? Aprenda aqui.

Lavar o rosto várias vezes ao dia 

Quem tem pele oleosa sente mais necessidade de higienizar a pele, porém é importante ter atenção com a frequência. Não é recomendado lavar o rosto mais de três vezes ao dia. Quanto mais seca estiver a pele, mais sebo ela vai produzir pra tentar reverter o processo. E pode parecer óbvio, mas nunca é demais informar: lavar o rosto somente com sabonete específico pro rosto! Nada de usar o mesmo sabonete do corpo, entendeu?

Esfoliar demais a pele

Mesma questão da lavagem. “Mas nesse caso depende do tamanho do grânulo do esfoliante”, salienta a dermato. O objetivo da esfoliação é remover uma camada fina de células mortas, mas se esfoliar demais a pele fica muito sensibilizada e exposta. Faça esse processo uma ou duas vezes na semana.

 Criar expectativas com soluções instantâneas

 A dermatologista até libera usar aqueles adesivos anti acne, sabe? Mas talvez isso não resolva o xis da questão. O mesmo ela pensa com relação as compressas quentes, que ajudam a reduzir qualquer processo inflamatório, porém não permitem a drenagem.